Analistas reduzem importância de pesquisas

Não se deve dar atenção exagerada às pesquisas eleitorais nos EUA neste momento, alertam analistas, após uma semana em que as sondagens mostraram a recuperação do republicano John McCain. A explicação é simples: durante os Jogos Olímpicos e no final do verão americano, pouca gente se preocupa com política. "As pessoas só decidem seus votos depois das convenções dos partidos", diz Peverill Squire, cientista político da Universidade de Missouri. Os especialistas também lembram que as pesquisas de intenção de voto têm importância relativa - afinal, o colégio eleitoral pode decidir a disputa, como em 2000. Nessa eleição, o democrata Al Gore recebeu meio milhão de votos a mais que George W. Bush, mas teve cinco votos a menos no colégio eleitoral. São necessários 270 votos eleitorais para ganhar as eleições. Os candidatos obtêm esses votos ao vencer nos Estados. Nos cálculos do site RealClearPolitics, Barack Obama tem 228 votos e McCain, 174. No total, 136 votos ainda estão indefinidos - são os Estados onde as pesquisas estão praticamente empatadas. Quando não se excluem esses Estados, McCain tem 274 votos e Obama, 264.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.