Ancara recebe sírios, mas evita crise com vizinho

Isolados da imprensa pelo Exército turco, refugiados sírios na fronteira com a Turquia são tratados pelo governo com extremo cuidado. A proibição de acesso aumenta os boatos de massacre de civis praticado pelos militares sírios. A Turquia de Erdogan mantém uma política externa baseada no princípio de "zero conflito com seus vizinhos". Com o apoio da ONU, Ancara prepara-se para receber até um milhão de refugiados sírios.

Leonardo Trevisan, O Estado de S.Paulo

19 de junho de 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.