Andrej Kiska é eleito presidente da Eslováquia

O empresário e filantropo Andrej Kiska, de 51 anos, venceu neste sábado o segundo turno da eleição presidencial na Eslováquia. Novato na política, ele obteve quase 59,6% dos votos, enquanto o atual primeiro-ministro, Robert Fico, conquistou 40,4% do eleitorado, segundo dados divulgados pelo Escritório de Estatísticas, com 93% das quase 6 mil urnas apuradas.

BRATISLAVA, 29 (AE), Agência Estado

29 Março 2014 | 20h44

Na Eslováquia, o papel de presidente é basicamente cerimonial, mas também nomeia juízes, promotores e pode vetar projetos do Legislativo. O mandato do atual presidente, Ivan Gasparovic, termina no dia 15 de junho. Fico, que havia vencido o primeiro turno, reconheceu a derrota e parabenizou seu adversário. O partido dele, a agremiação de centro-esquerda Smer-Democracia Social, controla o gabinete de governo e o Legislativo.

A Eslováquia é um pequeno país de 5,4 milhões de habitantes, formado da divisão pacífica da então Checoslováquia, em 1993. O país entrou para a zona do euro em 1º de janeiro de 2009, sendo o 16º membro do bloco que usa a moeda comum europeia. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Eslováquiapresidenteeleição

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.