John MacDougall/Pool Photo via AP
John MacDougall/Pool Photo via AP

Angela Merkel se coloca em quarentena após ser vacinada por médico infectado

Chanceler alemã ainda fará testes para saber se foi infectada com novo coronavírus

Redação, O Estado de S.Paulo

22 de março de 2020 | 15h10

BERLIM - A chanceler Angela Merkel esteve em contato na sexta-feira com um médico que testou positivo para o coronavírus e "decidiu se colocar em quarentena imediatamente" em sua casa, segundo anunciou neste domingo, 22, um porta-voz do governo alemão. O médico infectado administrou uma vacina na chanceler alemã.

Merkel se submeterá a um teste nos próximos dias para saber se também está infectada, informou em um comunicado Steffen Seibert, que adicionou que a chanceler continuava a desempenhar suas atividades oficiais durante sua quarentena em casa em Berlim. Ela tem 65 anos e tomou uma vacina contra infecção pulmonar por precaução. 

Neste domingo, Merkel anunciou que a Alemanha proibiu por ao menos duas semanas reuniões de mais de duas pessoas em lugares públicos. "Uma distância mínima de um metro e meio entre as pessoas deverá ser respeitada em público", adicionou a chanceler.

Estas medidas não se aplicam a âmbitos familiares. O não cumprimento das regras resultará em multa.

Merkel também disse ter mudado sua rotina em razão da pandemia do novo coronavírus. "Eu mesma, minha vida mudou e consiste principalmente em conferências eletrônicas e videoconferências", afirmou. /AFP e AP

Tudo o que sabemos sobre:
Angela Merkelcoronavírus

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.