Anglicanos dos EUA reconhecem união do mesmo sexo

A Igreja Episcopal decidiu nesta quinta-feira reconhecer a legitimidade da união entre pessoas do mesmo sexo. A resolução aprovada em uma votação entre os membros da Igreja Episcopal, com 120 votos a favor e 75 contra, vai admitir que padres celebrem cerimônias de uniões do mesmo sexo com o consentimento de seus bispos. Apesar do reconhecimento, a proposta de incluir uma liturgia formal sobre uniões de parceiros do mesmo sexo no livro oficial foi rejeitada. Nesta semana, a Igreja Episcopal aprovou a eleição do reverendo V. Gene Robinson como bispo de New Hampshire. Robinson é homossexual assumido, tem dois filhos e mantém uma relação aberta com outro homem. A Igreja Episcopal, com 2,3 milhões de membros, é o ramo americano da comunidade global de 77 milhões de fiéis anglicanos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.