Anglo e Glencore retiram trabalhadores de mina no Chile

A Anglo American e a GlencoreXstrata retiraram trabalhadores da mina de cobre Collahuasi, no Chile, após um terremoto de magnitude 8,2 ter atingido a nação andina na noite de ontem, afirmou hoje um porta-voz da Anglo American.

Agência Estado

02 de abril de 2014 | 07h09

"Evacuamos a Collahuasi ontem à noite por motivos óbvios de segurança. Vamos inspecionar o local hoje em busca de eventuais danos", disse o porta-voz da mineradora, James Wyatt-Tillby.

Segundo o porta-voz, operações da Anglo American em outras partes do Chile não foram afetadas.

A Collahuasi, que produz catodos e concentrado de cobre, fica localizada em área montanhosa, a quase 200 quilômetros da cidade de Iquique.

O epicentro do terremoto, que causou a morte de pelo menos cinco pessoas, foi a cerca de 99 quilômetros de Iquique, segundo o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês).

A mina, operada por uma joint venture entre Anglo American, GlencoreXstrata e um consórcio japonês liderado pela Mitsui, operava normalmente antes do tremor forçar seu fechamento, disse o porta-voz. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
Chilemineradoras

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.