Angolanos vão às urnas para eleger presidente

Muitos eleitores compareceram às seções eleitorais na manhã desta sexta-feira, para votar na segunda eleição geral de Angola em 20 anos. Espera-se que o partido do governo consiga mais um mandato com facilidade, apesar das acusações de corrupção e má administração dos recursos naturais do país.

AE, Agência Estado

31 de agosto de 2012 | 12h18

Após um ímpeto inicial, o número de eleitores diminuiu, apesar de autoridades esperarem multidões ao longo do dia. Uma vitória do Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA) dará mais cinco anos de mandato para o presidente José Eduardo dos Santos, que está no poder há mais de três décadas.

Também disputam o pleito a União Nacional para a Independência Total de Angola (UNITA), de oposição, que conseguiu 10% dos votos na eleição passada, e a Convergência Ampla para a Salvação de Angola, formada em abril. A nova coalizão une a UNITA e outros políticos opositores, como André Gaspar de Carvalho, um ex-general do exército. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
ANGOLAELEIÇÃO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.