Animal estranho é encontrado morto nos EUA

Habitantes da cidade de Turner, no condado de Maine (EUA), podem ter desvendado o misterioso animal que há mais de uma década assusta moradores da região: no sábado, dia 12, uma criatura não identificado foi achada morta depois de aparentemente ter sido atropelada por um carro, enquanto tentava caçar um gato. O animal pode ser aquele que os moradores da cidade afirmam ter visto e ouvido nos últimos 15 anos, descrito como "monstruoso" e dono de "olhos que brilham no escuro" e "gritos deprimentes". O animal foi considerado culpado pela morte, nos últimos anos, de dois cachorros, um da raça Doberman pinscher e outro Rottweiler. A moradora Michelle O´Donnell afirmou ter visto o animal recentemente no quintal de sua casa, e o caracterizou como um "mutante híbrido". "Ele (o animal) era cruel, tinha um olhar cruel. E um fedor insuportável que eu nunca vou me esquecer", declarou Michelle ao jornal "Sun" de Lewiston. "Eu fechei os olhos e esperei ele desaparecer. Eu vivi em Maine minha vida toda e nunca tinha visto algo parecido". Para Mike O´Donnell, marido de Michelle, o ser parecia "meio lobo, meio roedor". A cor do animal, fotografado por uma série de moradores curiosos, foi definida como "cinza-carvão". Ele pesava aproximadamente 20 quilos e tinha um rabo espesso e orelhas pequenas. A população de Litchfield, Sabattus, Greene, Turner, Lewiston e Auburn se prepara para analisar a criatura, que já foi considerada parecida como uma hiena, um cachorro e até um coiote.Será que esse animal vivia sozinho ou devem existir (muitos) outros de sua mesma espécie? É a pergunta que não quer calar e apavora a população local.Oficiais de Maine responsáveis pela fauna do local se recusaram a examinar o animal, que foi rapidamente devorado por abutres.A moradora Loren Coleman, concluiu, após tirar fotos do bicho, que suas orelhas e seu focinho eram similares aos de uma criatura, também não identificada, encontrada em Maine há alguns anos - cientistas concluíram que ela era uma raça raríssima de cão-lobo.Matéria alterada às 15h20, para acréscimo de informações

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.