Anistia Internacional critica discurso de Bush sobre o Iraque

A organização Anistia Internacionaldenunciou hoje que o presidente dos Estados Unidos, GeorgeW. Bush, usa "seletivamente" as denúncias sobre violações dosdireitos humanos no Iraque "para legitimar ações militares"contra este país. A organização de direitos humanos, com sede em Londres,afirmou por meio de um comunicado que os "Estados Unidos eoutros governos ocidentais não levaram em consideração osinformes da Anistia Internacional sobre a violação dos direitoshumanos no Iraque durante a guerra com o Irã e ignoraram acampanha pelos milhares de civis curdos assassinados durante osataques a Halabja em 1988", no norte iraquiano. "A vida, a segurança e a integridade das populações civisdevem representar o primeiro objetivo de toda a ação impostapara resolver a atual situação de crise humanitária e dosdireitos humanos", afirma a organização em seu comunicado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.