Anistia pede fim da pena de morte para menores

Apontando os Estados Unidos como principal praticante de execuções de pessoas que cometeram crimes quando eram menores de 18 anos, a Anistia Internacional (AI) afirmou que nenhum país deveria se utilizar de tal castigo. Em informe, a AI apresentou casos de execuções do tipo em oito países desde 1990: China, República do Congo, Irã, Nigéria, Paquistão, Arábia Saudita e Iêmen, além dos EUA.A AI indicou que muitos desses países mudaram suas legislações para proibir o uso da pena de morte contra crianças, sendo os Estados Unidos a única nação que executa abertamente pessoas que cometeram crimes quando eram menores de idade.Segundo o informe do grupo de direitos humanos, que tem sede em Londres, desde 1990 ocorreram 34 execuções deste tipo no mundo, sendo que 19 delas foram nos Estados Unidos. "Nos Estados Unidos, (país) que usa a defesa dos direitos humanos para se promover no mundo, é onde foram realizadas 13 das 19 execuções de crianças desde 1998", afirma a AI.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.