Aniversário de Chipre tem comemorações e protestos

O conturbado Estado turco-cipriota comemorou o 18º aniversário de sua proclamação hoje com uma enorme parada militar no norte da ilha, ocupado pela Turquia. No sul, controlado pela Grécia, milhares de estudantes universitários e de nível médio participaram de protestos pacíficos para denunciar a contínua divisão desta ilha situada no leste do Mar Mediterrâneo.O líder turco-cipriota Rauf Denktash repetiu sua exigência para que seja reconhecido seu status de Estado, cuja criação em 1983 foi declarada ilegal pelo Conselho de Segurança da ONU. O Estado é reconhecido apenas pela Turquia, que mantém ali 35.000 soldados.A proclamação do Estado turco-cipriota ocorreu nove anos depois de a Turquia ter invadido a ilha após um inútil golpe de defensores da união com a Grécia. Denktash enviou hoje um recado à União Européia de que a eventual admissão do Chipre no bloco poderia levar a uma guerra entre a Turquia e a Grécia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.