Annan cobra cooperação rápida do Iraque

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Kofi Annan, disse que o Iraque "precisa agir muito rápido" para atender aos pedidos da comunidade internacional e cooperar com os inspetores de armas, ou enfrentar uma possível guerra.Mas ele se recusou a opinar sobre quanto tempo imagina que as inspeções de armas devam durar, dizendo que é o Conselho de Segurança quem deve determinar o período suficiente de inspeções."Se o conselho estiver para decidir que houve uma violação material e que haverá sérias conseqüências, os inspetores terão de suspender ou parar com seu trabalho", disse ele."Enquanto esse julgamento não ocorrer, as inspeções terão de continuar. Hesitarei em lhes dizer em termos de meses, ou semanas, de quanto tempo eles precisam. Isso cabe ao conselho", prosseguiu Annan.As declarações do secretário-geral da ONU foram feitas após uma reunião com o primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, em Roma, e antes de uma audiência com o papa João Paulo II, no Vaticano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.