Annan diz que a África merece apoio

Os dirigentes africanos, que tentam enfrentar sozinhos os problemas do continente, merecem maior apoio por parte da comunidade internacional, disse nesta o secretário-geral das Nações Unidas, Kofi Annan. "Os africanos estão agora menos dispostos a atribuir aos estrangeiros a culpa por seus problemas, e a assumir a responsabilidade por seu próprio futuro", disse Annan, durante uma reunião do Conselho Econômico e Social da ONU. Depois de participar de três encontros na África este ano, o mais recente dos quais em Lusaka, na semana passada, Annan - cidadão de Gana - considerou que os dirigentes regionais "são mais sérios no momento de pôr fim aos conflitos em seu continente, e de melhorar o governo e reformar suas economias". Na opinião do secretário-geral, as nações industrializadas não deveriam permitir que os temores de uma crise econômica global desviem sua atenção da necessidade de ajuda aos países mais pobres.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.