Annan e Vieira de Mello vencem prêmio da UE

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas, Kofi Annan, e seu falecido enviado especial ao Iraque, Sérgio Vieira de Mello, foram os vencedores do principal prêmio de direitos humanos concedido pela União Européia (UE). O Parlamento Europeu ofereceu o Prêmio Sakharov de Liberdade de Pensamento a Annan "e a toda a equipe da ONU, em memória especial a Vieira de Mello e outros funcionários da entidade mortos quando faziam seu trabalho de levar paz ao mundo".O Parlamento da UE informou, por meio de um comunicado, que o prêmio de US$ 50.000 será entregue a Annan durante cerimônia especial em 29 de janeiro em Bruxelas, Bélgica. O vencedor foi escolhido a partir de uma lista elaborada pelos líderes de bancada da Parlamento Europeu, composto por 626 membros.Batizado em homenagem ao falecido dissidente soviético Andrei Sakharov, o prêmio é concedido anualmente pelo Parlamento aos defensores dos direitos humanos e da democracia. Outros indicados para o prêmio eram o ex-chefe dos inspetores de armas da ONU Hans Blix e o diretor-geral da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), Mohammed el-Baradei, pelo trabalho de ambos no Iraque.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.