Annan manda ex-enviado especial ao Timor para avaliar situação

O secretário-geral da ONU, Kofi Annan, decidiu enviar seu ex-representante especial para o Timor Leste, Ian Martin, de volta ao país para avaliar a situação devido à onda de violência atual.Annan tomou a decisão após conversar com o presidente do Timor Leste, Xanana Gusmão, e seu primeiro-ministro, Mari Alkatiri, informou nesta quinta-feira o porta-voz da ONU, Stephane Dujarric.O secretário-geral também pediu aos primeiros-ministros da Austrália, John Howard, e da Malásia, Abdullah Badawi, que se comprometeram a enviar forças militares e policiais para ajudar a restabelecer a estabilidade. "Tendo em vista a deterioração da situação e a complexa situação política, o secretário-geral decidiu enviar Ian Martin a Dili para que avalie a situação", informou Dujarric. Atualmente, Martin é chefe da Missão de Direitos Humanos da ONU no Nepal. Em 1999, foi representante especial no Timor Leste e chefe da Missão da ONU, conhecida como Unamet, que ajudou na realização do plebiscito que tornou possível a independência do país.EnfrentamentosA capital do Timor, Dili, voltou a ser palco nesta quinta-feira, pelo terceiro dia consecutivo, de enfrentamentos entre ex-soldados rebeldes e o exército. Acredita-se que 20 pessoas podem ter morrido nos confrontos.O governo timorense informou na quarta-feira que solicitou à Austrália, Nova Zelândia, Portugal e Malásia o envio temporário de tropas para ajudar na pacificação do país. Os primeiros efetivos australianos chegaram hoje.CriseA crise começou em abril, quando 591 soldados timorenses foram expulsos do Exército após uma longa greve de fome para reivindicar melhores condições trabalhistas. Agora, esses ex-militares querem derrubar o governo.O Timor Leste, após 24 anos de ocupação indonésia e três de administração da ONU, se tornou um Estado soberano em 2002, mas nasceu sem experiência no autogoverno. Além disso, é um dos países mais pobres do mundo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.