Annan pede ao Conselho de Segurança mais 'pressão' sobre Síria

O mediador internacional Kofi Annan alertou o Conselho de Segurança da ONU na quinta-feira que a crise na Síria pode ficar fora de controle em breve e pediu para que fizesse "pressão substancial" sobre o governo sírio e por suas consequencias por estarem minando seu plano de paz, afirmaram diplomatas.

REUTERS

07 de junho de 2012 | 17h52

Annan informou a sessão a portas fechadas do Conselho de Segurança e também o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, que afirmou que as esperanças para consolidar o plano de paz de seis pontos de Annan para a Síria estavam acabando em meio à implacável violência das forças leais ao presidente Bashar al-Assad e dos rebeldes de oposição, disseram diplomatas em condição de anonimato.

(Reportagem de Louis Charbonneau e Andrew Quinn)

Tudo o que sabemos sobre:
ONUANNANSIRIACONSELHO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.