ANP afirma que está negociando libertação de soldado israelense

O soldado Guilad Shalit, cativo em Gazadesde o dia 25 de junho, está bem de saúde e atualmente sua libertação está sendo negociada, afirmou nesta segunda-feira (28) à rádio pública israelense o porta-voz do governo da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Ghazi Hamad, que assegurou que ele está em contato permanente com os pais do militar. Hamad, que foi entrevistado por ocasião do aniversário de 20 anos do soldado, disse que os palestinos devem "fazer uma introspecção dada a difícil situação" vivida no território de Gaza. Em sua opinião, a liderança palestina e as facções da resistência "cometeram muitos erros" que causaram essa situação, o que impulsionou nos últimos dias os esforços para criar um governo deunião nacional. Desde o seqüestro de Shalit por comandos do Hamas, dos Comitês Populares da Resistência e de um desconhecido "Exército islâmico", mais de 200 palestinos morreram em diferentes incursões militares de Israel no território autônomo de Gaza. Os últimos quatro, agentes policiais de uma força especial criada pelo governo do primeiro-ministro palestino, Ismail Haniyeh, do Hamas, morreram no impacto de um foguete da Força Aérea israelenseno bairro de Seyayieh, leste da Cidade de Gaza.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.