ANP cancela visita do Dalai Lama à Belém por pressão da China

A Autoridade Nacional Palestina (ANP) cancelou a visita do Dalai Lama à Belém por causa das pressões recebidas por autoridades chinesas, informaram hoje fontes palestinas na rádio pública israelense. O oficial do Ministério das Relações Exteriores da ANP, Machdi Jaladi, informou a uma rádio local que a China é um país amigo dos palestinos e, portanto, foi decidido o cancelamento da visita para não prejudicar essa amizade.A visita do Dalai Lama estava prevista para o último domingo. Ele se reuniria com dirigentes religiosos na Basílica da Natividade e em uma mesquita da cidade e esperava poder conversar com dirigente do Hamas.Em 1950, o regime comunista da China ordenou a invasão do Tibet, que foi anexado como província e desde então permanece sobre ocupação chinesa. Após uma rebelião nacionalista, em 1959, o Dalai Lama fugiu para o exílio, na Índia, e até hoje desenvolve uma campanha pacifista para acabar com a dominação do governo chinês no Tibet.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.