Antigo líder terrorista vai criar partido político na Argélia

O antigo líder do chamado Exército Islâmico de Salvação (EIS), Madani Mezrag, afirmou que tem a intenção decriar um novo partido político, segundo um comunicado publicado neste domingo, 1, por vários jornais de Argel.Mezrag se lamenta de não poder participar das próximas eleições legislativas, previstas para maio, e acrescenta que está determinado a concretizar seu "direito legítimo de exercer a política".A dissolvida Frente Islâmica de Salvação (FIS), cujo braço armado era o EIS, fracassou em suas tentativas de ser reabilitada como desejavam seus dirigentes, e os antigos chefes terroristas não foram autorizados pela justiça a manter atividades políticas.Segundo Mezrag, isso provocou uma grande desilusão entre osantigos militantes do FIS, o que levou ao anúncio da convocação para um novo partido, cujo nome não foi informado."Temos uma legitimidade histórica, militante e popular domovimento político", insiste Mezrag, acrescentando que o congresso para formação da legenda acontecerá em outubro.De acordo com o jornal El Jabar, Mezrag informou às autoridades políticas o seu projeto e espera não ser contrariado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.