Anunciada oficialmente a morte de Arafat

O líder palestino Yasser Arafat, de 75 anos, morreu por volta da 0h30 (horário de Brasília) desta quinta-feira, no hospital militar de Percy, nos arredores de Paris. A notícia foi dada às 2h (de Brasília) pelo ministro do Gabinete Palestino, Saeb Erekat, em Paris, e logo depois pelo assessor de Arafat, Tayeb Abdel Rahim, no QG palestino, em Ramallah, na Cisjordânia.Ainda não foi confirmado se a morte de Arafat aconteceu espontaneamente ou se os aparelhos que o mantinham vivo foram desligados. Arafat estava internado no hospital francês desde o último dia 29. Sua saúde foi se deteriorando nos últimos dias e sua morte chegou a ser anunciada mais de uma vez. Na terça-feira, o líder palestino entrou em coma profundo, mas seus órgãos vitais ainda funcionavam. O velório de Arafat será no Cairo, no Egito, e o enterro, em Muqata, complexo em que Arafat ficou confinado por quase três anos, em Ramallah.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.