Anunciado 1º teste em escala global de vacina contra Aids

O laboratório farmacêutico Merck informou nesta sexta-feira que iniciou os primeiros testes em escala global de uma vacina contra a Aids. A experiência, que contará com 435 voluntários adultos não infectados com o vírus HIV, tem como objetivo determinar se a vacina terá efeitos colaterais toleráveis e se é viável de administrar em diferentes partes do mundo. O estudo está sendo conduzido em 18 cidades da América do Norte, América do Sul, Caribe, África do Sul e sudeste da Ásia. Fazer testes em várias localidades do mundo é importante porque o HIV adotou formas diferentes em certas regiões do planeta. Os pesquisadores também vão determinar se a vacina estimula uma resposta imunológica nas pessoas. A vacina não contém nenhum vírus HIV vivo, portanto ela é incapaz de provocar infecção nos voluntários. O laboratório Merck está atualmente envolvida em outros testes de potenciais vacinas contra o HIV em humanos. A empresa farmacêutica começou a fazer testes de vacinas contra o HIV em humanos em 1999.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.