Hector Retamal / AFP
Hector Retamal / AFP

Anúncio do resultado das eleições no Haiti é adiado

Conselho Eleitoral provisório analisa as inúmeras acusações de fraude apresentadas por candidatos e observadores

O Estado de S. Paulo

03 de novembro de 2015 | 09h16

PORTO PRÍNCIPE - O anúncio dos resultados das eleições gerais no Haiti, previsto para esta terça-feira, 3, foi adiado para quinta-feira. O objetivo é analisar as inúmeras acusações de fraude apresentadas por candidatos e observadores, anunciou o Conselho Eleitoral provisório em um comunicado.

A população estava entusiasmada nas ruas de Porto Príncipe, onde os haitianos se mostravam determinados a ter seu voto respeitado no domingo. Eles também desejam que esta eleição represente o fim de uma longa crise política, a qual tem freado a reconstrução do país.

O chefe da missão de observação eleitoral da Organização de Estados Americanos (OEA), Celso Amorim, afirmou hoje durante uma coletiva de imprensa que a participação nas eleições de domingo chegou “a aproximadamente 30%”, ou seja, maior do que nos pleitos de 2010 e 2011.

A votação não foi interrompida por atos de violência ou grandes fraudes, mas todos sabem que a etapa decisiva para a estabilização política no Haiti será o anúncio dos resultados.

Três candidatos parecem se destacar entre os 54 aspirantes ao cargo de presidente: o líder Jovenel Moise; Jude Célestin, da Liga Alternativa pelo Progresso e pela Emancipação Haitiana (Lapeh); e Moise Jean-Charles, opositor feroz do atual governo. Somente dois candidatos poderão passar para o segundo turno. /AFP

Mais conteúdo sobre:
Haitieleiçõesfraudes

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.