Anúncio oferece emprego a militares chilenos no Iraque

Ex-soldados e policiais chilenos estão sendo recrutados por uma empresa americana para trabalhos de segurança no Iraque, informou neste domingo o jornal La Tercera. A empresa está oferecendo soldos de US$ 2.500 aos aprovados na seleção. Adestradores de cães também estão sendo contratados, com salários maiores, de até US$ 3.800.O La Tercera obteve a informação investigando anúncio publicado pela empresa americana no El Mercurio, um diário concorrente. Os candidatos, diz o anúncio, devem ter boa saúde e físico adequado para as tarefas, inglês básico (obrigatório) e disponibilidade imediata.A empresa busca admitir 200 ex-oficiais ou suboficiais, mas não dá nenhum detalhe das atividades que deverão cumprir. "Os recrutados vão cumprir missões de vigilância em vários locais (do país árabe), inclusive instalações petrolíferas", informa o La Tercera, acrescentando que o recrutamento é feito em uma instalação da Marinha chilena.Fontes do Ministério da Defesa alegaram não ter nenhum conhecimento do caso, mas destacaram que o Chile só participa de missões militares internacionais com mandato da Organização das Nações Unidas (ONU). "Qualquer outro procedimento seria ilegal", disse um porta-voz militar do ministério.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.