Ao menos 15 mortos em protesto contra charge de Maomé na Nigéria

Pelo menos 15 pessoas morreram numa violenta manifestação na cidade nigeriana de Maiduguri, no norte do país. O protesto era contra a publicação de charges de Maomé. Durante o ato, os habitantes muçulmanos queimaram várias localidades cujos proprietários eram cristão, afirmaram testemunhas da cidade.O polícia nigeriana reprimiu com dureza e prendeu mais de uma centena de manifestantes, o que irritou ainda mais que participavam do protesto. Este teria sido o estopim para os ataques a estabelecimentos cristãos. Mais de 200 etnias povoam a Nigéria, o país mais populoso da África, com 130 milhões de habitantes. A população é composta por maiorias cristãs e muçulmanas, com uma minoria animista, cercada por razões políticas, territoriais, econômicas e religiosas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.