STR / JIJI PRESS / AFP
STR / JIJI PRESS / AFP

Ao menos 16 pessoas morrem por conta de temporal no Japão

Outras 20 estão em "parada cardiorrespiratória", segundo informou a imprensa local

Redação, O Estado de S.Paulo

05 de julho de 2020 | 05h47

Pelo menos 16 pessoas morreram e outras 20 podem ter morrido por conta de inundações e deslizamentos de terra causados ​​por chuvas torrenciais no oeste do Japão, informou a imprensa japonesa no domingo, 5.

Inundações na região de Kumamoto, na ilha sudoeste de Kyushu, destruíram casas, arrastaram veículos e causaram o colapso de pontes, deixando várias cidades inundadas e alguns habitantes isolados.

Além dos 16 mortos, a rede pública de televisão da NHK relatou cerca de vinte pessoas em "parada cardiorrespiratória", um termo geralmente usado no Japão para anunciar a morte de uma pessoa antes que a morte seja confirmada pelos médicos. Entre elas, 14 pessoas de um lar de idosos inundadas no sábado pelo transbordamento de um rio vizinho.

Os responsáveis ​​pela região e os municípios afetados pela catástrofe não puderam confirmar as mortes relatadas pela imprensa. Uma dúzia de pessoas está desaparecida devido ao mau tempo que levou as autoridades a dar a ordem de evacuação a mais de 200.000 pessoas.

Neste domingo, as chuvas diminuíram em Kumamoto, mas muitos habitantes da região ainda estavam isolados devido aos danos causados ​​pelas chuvas torrenciais. / AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.