Ao menos 21 morrem por envenenamento em mina na China

Outros 7 mineradores escaparam da mina de carvão Wujiu, em Datong, importante zona de produção de mineral

Reuters,

06 de julho de 2008 | 12h54

Ao menos 21 mineradores morreram neste domingo, 6, por envenenamento com monóxido de carbono em uma mina no norte da China, no mais recente de uma série de desastres em uma indústria exigida pela crescente demanda energética. Outros sete mineradores conseguiram escapar da mina de carvão Wujiu, em Datong, uma importante zona de produção de mineral dentro da região de Shanxi. Grupos de resgate conseguiram salvar outros quatro, segundo informou uma autoridade da cidade à agência de notícias Xinhua. A fonte acrescentou ainda que, no entanto, o número de mortos pode aumentar. "Ainda se desconhece o número de mineradores que trabalhavam na mina, os grupos de resgate iniciaram a busca", indicou Xinhua. A China é o maior produtor e consumidor de carbono em nível mundial, mas tem um dos piores registros de acidente em suas minas. O governo tentou reduzir o número de trabalhadores que morreram nos colapsos, explosões e fugas, mas as minas estão pressionadas para gerar mais carbono e satisfazer a demanda energética. Oficialmente, um total de 3.786 trabalhadores morreram em 2007 em acidentes nas minas de carvão, 20% menos que no ano anterior. Na terça-feira passada, o colapso de uma mina deixou ao menos 18 mortos.

Tudo o que sabemos sobre:
Chinamina de carvão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.