Ao menos 24 imigrantes morrem em naufrágio na Turquia

Ao menos 24 imigrantes morrem em naufrágio na Turquia

Guarda Costeira estima que 40 pessoas vindas do Afeganistão e Síria estavam a bordo de embarcação 

O Estado de S. Paulo

03 Novembro 2014 | 17h11



ISTAMBUL - Equipes de resgate retiraram 24 corpos do mar e resgataram ao menos seis pessoas na entrada do estreito do Bósforo, em Istambul, nesta segunda-feira, 3, após o naufrágio de um barco com um grupo de imigrantes ilegais. A Guarda Costeira turca foi alertada após o barco ter afundado na costa do Mar Negro e estima que cerca de 40 passageiros poderiam estar na embarcação. Ainda não se sabe o que causou o acidente.

De acordo com o coronel Sakir Cicek, do comando das Forças Armadas na Turquia, acredita-se que os passageiros são do Afeganistão e Síria. Muitos imigrantes ilegais da África e do Oriente Médio passam pela Turquia para chegar à União Europeia, frequentemente viajando em barcos que oferecem pouca segurança.

Sete embarcações e um helicóptero realizavam operações de busca nesta segunda. Agentes de navegação disseram em comunicado que o barco tinha como destino o porto romeno de Constanta quando afundou às 5h (horário local).

O estreito de Bósforo é um dos canais mais movimentados do mundo, uma rota vital para o petróleo russo e outras commodities, como única saída do Mar Negro para os oceanos globais. O estreito faz bifurcação em Istambul, uma cidade de cerca de 15 milhões de pessoas. O mau tempo frequentemente força seu fechamento no inverno. / AP e REUTERS

Mais conteúdo sobre:
imigraçãoEuropaTurquia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.