AFP PHOTO / JOHAN ORDONEZ
AFP PHOTO / JOHAN ORDONEZ

Ao menos 300 pessoas são retiradas de vilarejo após forte erupção de vulcão na Guatemala

Com a erupção, o vulcão Fogo, situado 35 km ao sudoeste da capital da Guatemala, lançou colunas de cinzas que alcançaram 2,2 mil metros sobre a cratera

O Estado de S.Paulo

05 Maio 2017 | 20h27

SAN JUAN ALOTENANGO - Cerca de 300 pessoas foram retiradas nesta sexta-feira, 5, de um povoado no sudoeste da Guatemala após uma forte erupção do vulcão Fogo, informou o organismo de defesa civil local.

Os habitantes da comunidade Panimaché I foram retirados preventivamente pela erupção do vulcão, disse a jornalistas David de León, porta-voz da Coordenadoria Nacional para a Redução de Desastres (Conred).

A entidade declarou alerta pela atividade vulcânica, o que permite ativar os centros de atendimento de emergências nas zonas afetadas.

O porta-voz explicou que os moradores foram trasladados ao município de Santa Lucía Cotzumalguapa, onde também se registrou a presença de cinzas pela erupção do vulcão, de 3.763 metros de altura.

Com a erupção, o vulcão Fogo, situado 35 km ao sudoeste da capital da Guatemala (Cidade da Guatemala), lançou colunas de cinzas que alcançaram 2,2 mil metros sobre a cratera, segundo o Instituto de Vulcanologia (Insivumeh). Esta é a quarta fase de erupção do vulcão neste ano.

O Insivumeh recomendou à Direção Geral de Aeronáutica Civil tomar precauções com o tráfego aéreo e pediu cautela aos motoristas devido à presença de cinzas nas estradas próximas. / AFP  

 

Mais conteúdo sobre:
GuatemalavulcãoIncêndio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.