Ao menos 46 morreram e 51 corpos foram encontrados no Iraque no final de semana

Ao menos 50 pessoas morreram e outras 66 ficaram feridas no Iraque, em diferentes ataques da insurgência neste final de semana. Os cadáveres de 51 iraquianos foram encontrados pelo país, vítimas da violência sectária.Além disso, o Exército dos EUA anunciou neste domingo que cinco soldados morreram nos últimos dois dias em três atentados separados. No ataque mais sangrento cometido neste domingo, um grupo de homens armados matou a tiros dez membros de uma família, sendo sete mulheres, na cidade de Al Sawira, segundo fontes do ministério do Interior. Cinco membros de outra família árabe sunita foram assassinados quando insurgentes invadiram sua casa e os mataram a tiros na cidade de Mossul. Em outro incidente em Mossul, um policial e dois insurgentes morreram em enfrentamentos em diversos bairros da cidade. Em Kirkuk, ao menos cinco pessoas morreram e outras 52 ficaram feridas em razão de uma série de três atentados com carros-bomba em diferentes áreas. Em Bagdá, ao menos sete iraquianos morreram e cinco ficaram feridos em um atentado contra a vice-ministra do Interior. O comboio da vice-ministra do Interior para Assuntos Financeiros, Hala Shaker, foi atacado com dois artefatos explosivos que explodiram ao mesmo tempo quando passava por uma rua. Os atos de violência ocorreram no mesmo dia em que a polícia informou ter encontrado 26 cadáveres em Balad, aumentando para 51 o número de corpos encontrados no final de semana. Os 26 cadáveres, todos com marcas de tiros, são de árabes sunitas seqüestrados na sexta-feira em um local de maioria xiita, próximo a Balad.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.