Ao menos 50 corpos com sinais de execução são encontrados em Alepo

O Estado de S.Paulo

30 de janeiro de 2013 | 02h04

Pelo menos 50 corpos, a maioria de homens com idades entre 20 e 30 anos, foram encontrados nas margens de um canal no subúrbio de Alepo, no norte da Síria, palco dos confrontos entre as forças de Bashar Assad e rebeldes. Fotografias e vídeos divulgados por opositores do regime sírio mostram os corpos com as mãos amarradas para trás e sugerem que as vítimas foram baleadas na nuca.

O Observatório Sírio de Direitos Humanos atribuiu o massacre às tropas leais a Assad e disse que os corpos foram localizados no bairro de Bustan al-Kaser, hoje quase inteiramente sob controle dos rebeldes. "Um novo massacre na Síria, enquanto o mundo assiste silencioso", lia-se em nota do Observatório.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.