NYT
NYT

Ao menos 51 morrem em confronto entre Exército e partidários de Morsi

Militares dizem que 'grupo terrorista' tentou invadir o quartel da Guarda Republicana

O Estado de S. Paulo,

08 de julho de 2013 | 10h57

Ao menos 51 pessoas morreram no Cairo, nesta segunda-feira,8, segundo fontes médicas, quando manifestantes islamistas enfurecidos pela derrubada do ex-presidente Mohamed Morsi disseram ter sido atacados com munição real pelo Exército na região do quartel militar onde está o ex-governante.

Mais de 200 pessoas ficaram feridas em uma forte escalada da crise política do Egito, e seguidores da Irmandade Muçulmana, partido de Morsi, pediram aos egípcios para reagir contra o Exército, que acusam de um golpe militar para retirar do poder o líder eleito.

Os militares informaram que "um grupo terrorista" tentou invadir o quartel da Guarda Republicana e um oficial do Exército foi morto e 40 pessoas ficaram feridas. Os soldados responderam ao fogo, quando foram atacados por pessoas armadas, disse uma fonte militar.

Em um hospital próximo à mesquita Rabaa Adawia, onde os islamistas estão acampados desde que Morsi foi derrubado na quarta-feira, havia muitas pessoas feridas.

O porta-voz da Irmandade Muçulmana Gehad El-Haddad, que está em uma mesquita perto do local pró-Morsi, disse que o tiroteio eclodiu no início da manhã, enquanto os islâmicos estavam orando e participavam de uma manifestação pacífica do lado de fora do quartel.

Como consequência imediata, o partido islâmico ultra conservador al-Nour, que inicialmente apoiou a intervenção militar, disse que se retirava das negociações paralisadas para formar um governo interino de transição até que sejam convocadas novas eleições.

Manifestantes contra e a favor de Morsi seguiam nas ruas do Cairo, Alexandria e outras cidades, e resultaram em confrontos com mais de 35 mortos na sexta-feira e sábado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.