Ao menos 73 pessoas morrem em acidente de barco no Congo

Pelo menos 73 pessoas morreram e outras ficaram desaparecidas após um barco madeireiro ter afundado em um lago na República Democrática do Congo, disse um oficial da Cruz Vermelha neste sábado.

REUTERS

28 de novembro de 2009 | 14h24

O barco, que naufragou devido ao tempo ruim, transportava madeira no Lago Mai Ndombe, na província de Bandundu, sem autorização para levar passageiros, disse a Rádio Okapi, patrocinada pela ONU.

"Nós temos 272 sobreviventes e 73 mortos. Esses são os corpos que nós encontramos ao longo das margens do lago", disse Dominic Lutula, presidente da Cruz Vermelha no país, à Reuters.

"Ainda há pessoas desaparecidas. Mas nós não sabemos quantas ainda porque não houve registro no navio", ele acrescentou.

A Rádio Okapi disse que o barco, que pertence a uma empresa madeireira chamada Sodefor, afundou por volta das 20h da quarta-feira (horário local).

Acidentes são frequentes devido à sobrecarga, falta de manutenção, e baixos padrões de segurança.

(Reportagem de Joe Bavier)

Tudo o que sabemos sobre:
CONGOBARCOMORTOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.