Ao menos 73 pessoas morrem em acidente de barco no Congo

Pelo menos 73 pessoas morreram e outras ficaram desaparecidas após um barco madeireiro ter afundado em um lago na República Democrática do Congo, disse um oficial da Cruz Vermelha neste sábado.

REUTERS

28 Novembro 2009 | 14h24

O barco, que naufragou devido ao tempo ruim, transportava madeira no Lago Mai Ndombe, na província de Bandundu, sem autorização para levar passageiros, disse a Rádio Okapi, patrocinada pela ONU.

"Nós temos 272 sobreviventes e 73 mortos. Esses são os corpos que nós encontramos ao longo das margens do lago", disse Dominic Lutula, presidente da Cruz Vermelha no país, à Reuters.

"Ainda há pessoas desaparecidas. Mas nós não sabemos quantas ainda porque não houve registro no navio", ele acrescentou.

A Rádio Okapi disse que o barco, que pertence a uma empresa madeireira chamada Sodefor, afundou por volta das 20h da quarta-feira (horário local).

Acidentes são frequentes devido à sobrecarga, falta de manutenção, e baixos padrões de segurança.

(Reportagem de Joe Bavier)

Mais conteúdo sobre:
CONGO BARCO MORTOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.