Ministério de Situações de Emergência/Rússia/AFP
Ministério de Situações de Emergência/Rússia/AFP

Ao menos onze pessoas morrem em incêndio na Rússia

Entre os mortos estão, principalmente, trabalhadores oriundos do Uzbequistão

Redação, O Estado de S.Paulo

21 de janeiro de 2020 | 04h28

MOSCOU - Onze pessoas morreram em um incêndio numa construção de madeira que abrigava trabalhadores imigrantes na região de Tomsk nesta terça-feira, 21, na Sibéria Ocidental, segundo autoridades locais.

O incêndio que foi declarado durante a noite destruiu completamente a casa de 200 m2 localizada na cidade de Pritchulimski, que fica a cem quilômetros do nordeste de Tomsk, capital da região de mesmo nome, disse transmissão do ministério russo para Situações de Emergência

"Os corpos de onze pessoas foram encontrados", afirmou em comunicado. Duas pessoas conseguiram sobreviver ao incêndio, acrescentou a fonte.

"De acordo com dados preliminares, 12 cidadãos do Uzbequistão residiam na casa. Dez morreram no incêndio e dois receberam ajuda médica", informou o Ministério Uzbeque para Situações de Emergência.

Entre os onze mortos, há um cidadão russo. Todas essas pessoas trabalhavam para uma empresa florestal com sede em Tomsk, Greenwood. Vários milhões de trabalhadores da Ásia Central vivem na Rússia, com baixos salários trabalhando em empresas que não respeitam as regras de segurança. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.