REUTERS/YONHAP
REUTERS/YONHAP

Ao menos uma pessoa morre após chegada do tufão Maysak à península coreana

Região ainda se recupera do tufão Bavi, que atingiu a área na última semana

Redação, O Estado de S.Paulo

03 de setembro de 2020 | 04h37

SEUL - Ao menos uma pessoa morreu e milhares ficaram temporariamente sem energia elétrica após a chegada do tufão Maysak à península coreana nesta quinta-feira, 3. O fenômeno natural ocasionou chuvas e ventos fortes em áreas que ainda se recuperam do tufão Bavi, que atingiu a região na última semana. 

Maysak, o quarto tufão a atingir a península em 2020, deixou mais de 120 mil casas sem energia elétrica na Coreia do Sul, de acordo com autoridades locais. Voos foram cancelados ou adiados, árvores foram derrubadas e outros pequenos danos foram registrados. 

Uma pessoa morreu quando a ventania destruiu uma janela na segunda maior cidade da Coreia do Sul, Busan, segundo a agência Yonhap

Partes da ilha de Jeju registraram mais de 1.000 milímetros de chuva desde terça-feira.

A península costuma ser atingida por apenas um tufão por ano, mas outro, Haishen, está em formação no sul do Japão e deve chegar à costa das Coreias no domingo ou  segunda-feira./REUTERS

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.