Aos 87, presidente do Zimbábue não quer se aposentar

Aos 87 anos, o presidente do Zimbábue, Robert Mugabe, declarou hoje que não pretende se aposentar antes das eleições propostas para o ano que vem e afirmou que vai continuar a liderar seu país contra o que qualificou como uma campanha ocidental de mudança de regime.

AE, Agência Estado

10 de dezembro de 2011 | 20h03

Num discurso a 6 mil representantes no encerramento da convenção anual de seu partido na cidade de Bulawayo, Mugabe disse que renunciar seria "um ato de covardia". Ele governa o Zimbábue desde 1980. "Por sorte, Deus me deu uma vida mais longa do que a outros para estar aqui vocês e não os abandonar", declarou.

Na convenção, o partido governista apontou Mugabe como seu único candidato e confirmou eleições "certamente para o início do próximo ano". As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
ZimbábueeleiçõesÁfrica

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.