Aos 92 anos, morre o último rei do país

Morreu ontem em Cabul, aos 92 anos, Zahir Shah, o último rei do Afeganistão. Deposto em 1973, ele viveu no exílio por quase três décadas e havia regressado ao país em 2002, logo após a queda do Taleban. Seu governo (1933-1973) é lembrado como um período de paz, antes da invasão soviética. O presidente Hamid Karzai disse que Shah era um símbolo da unidade nacional e decretou três dias de luto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.