AP protesta contra intimidação palestina

A agência de notícias Associated Press protestou junto à AutoridadeNacional Palestina por causa de ameaças a um operador de câmera que teria sido intimidado ao filmar palestinos que comemoravam os atentados terroristas contra os EUA nas ruas da cidade de Nablus. O operador de câmera foi convocado a comparecer a um escritório de segurança da Autoridade Palestina, onde oficiais teriam dito a ele que as imagens colhidas não poderiam ir ao ar. Vários funcionários da Autoridade palestina pediram à AP que as imagens não fossem transmitidas. Ahmed Abdel Rahman, chefe de gabinete do presidente da Autoridade Palestina, Yasser Arafat, chegou a dizer que "nãopodia dar garantia de vida" ao operador de câmera.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.