Apec retira credenciais de jornalistas de Hong Kong

Autoridades da Cooperação Econômica da Ásia e do Pacífico (Apec, na sigla em inglês) na Indonésia retiraram credenciais de jornalistas de Hong Kong depois de perguntas feitas ao presidente das Filipinas, Benigno Aquino III.

AE, Agência Estado

07 de outubro de 2013 | 05h46

Repórteres da Now TV, da Radio Television Hong Kong e da Commercial Radio questionaram Aquino se ele se encontraria com o governador de Hong Kong, Leung Chun-ying, e pediria desculpas pelos assassinatos de turistas da região em Manila há três anos.

Aquino não respondeu. Em seguida, autoridades da Apec confrontarem os jornalistas e acusaram os profissionais de criar uma emboscada e envergonhar o presidente filipino. Os repórteres fizeram as perguntas quando o presidente passava por eles durante o encontro da Apec em Bali.

"Você vai pedir desculpas ao povo de Hong Kong devido a sua verdadeira tragédia?", perguntou uma repórter, mostraram imagens de TV. "Você vai dar uma resposta? Foi há três anos", disse ela.

"Então você está ignorando o povo de Hong Kong, certo?", perguntou outro repórter.

De acordo com o comitê organizador da Apec, as credenciais de nove jornalistas de Hong Kong foram revogados.

Em 2010, oito turistas de Hong Kong e seu guia foram mortos em um ônibus de turismo por um policial demitido. Enquanto o assassino mantinha os turistas como reféns, houve uma fracassada operação de resgate da polícia, resultando na morte das pessoas.

Aquino expressou pesar sobre o derramamento de sangue, mas disse que ele considera a questão encerrada e que não era adequado para o governo filipino pedir desculpas, porque o Estado não era responsável. No entanto, as famílias das vítimas continuam a pressionar por um pedido de desculpas oficial e

Compensações. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
INDONÉSIAAPECJORNALISTAS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.