Apenas 2,3% votariam em Néstor Kirchner, diz pesquisa

Uma pesquisa da consultoria Management & Fit divulgada hoje aponta que o ex-presidente Néstor Kirchner, marido da presidente Cristina Kirchner, receberia apenas 2,3% dos votos em uma disputa pelo comando do país. De acordo com a pesquisa, o primeiro colocado nas urnas seria o atual vice-presidente Julo Cobos, que há um ano passou para a oposição depois que brigou com os Kirchners - ele conseguiria 25,6% dos votos. A pesquisa também indica que o ex-presidente possui 53,7% de imagem negativa, enquanto sua imagem positiva é de apenas 20,1%.

AE, Agencia Estado

26 de julho de 2009 | 17h52

Kirchner, do partido Justicialista (Peronista), sofreu uma histórica derrota nas eleições parlamentares no dia 28 do mês passado, quando, cabeça da lista governista de candidatos a deputado federal, ficou em segundo lugar na província de Buenos Aires. O vencedor foi o empresário Francisco De Narváez, representante do peronismo dissidente. Quase 70% dos argentinos votaram na oposição em todo o país.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.