Apenas 23% dos croatas apoiam entrada do país na UE

Uma nova pesquisa mostra que o apoio dos croatas à entrada do país na União Europeia atingiu um recorde de baixa, após um tribunal da Organização das Nações Unidas (ONU) condenar dois generais croatas.

AE, Agência Estado

18 de abril de 2011 | 14h29

A pesquisa divulgada pelo jornal local Jutarnji List hoje mostra que apenas 23% dos croatas apoiam a entrada do país na UE. Foram consultadas 700 pessoas, com uma margem de erro de 3,7 pontos porcentuais.

O tribunal da ONU em Haia, na Holanda, sentenciou o general Ante Gotovina a 24 anos de prisão e o general Mladen Markac a 18 anos, por atrocidades cometidas contra minorias sérvias durante uma ofensiva militar em 1995, na qual a Croácia retomou terras de rebeldes. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
CroáciaUEpesquisaONUcondenação

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.