Apenas 99 delegações encerram Conferência em Durban

Apenas 99 das 173 delegações dos países-membros da Organização das Nações Unidas (ONU)participaram da sessão de encerramento, em Durban. O esvaziamento do plenário explica-se não apenas pelo adiamento da reunião, que acabou com 24 horas de atraso, às 18h20 de ontem, mas também pela falta de vôos para qualquer parte do mundo.Os aviões estão com imensas listas de espera para quem não conseguiu marcar passagem para sábado ou domingo. Dezenas de delegados foram embora sexta-feira à noite ou na manhã de sábado, pois não contavam com a possibilidade de atraso nos trabalhos. Foi o caso do conselheiro Flávio Pinta Gama, um dos diplomatas que vieram na Delegação do Brasil. Embora fizesse parte do grupo que discutiu a questão do passado (colonialismo), um dos temas polêmicos em questão, Gama embarcou às 9h de sábado, porque não conseguiu mudar o vôo. Dezenas dos cerca de 500 brasileiros que vieram a Durban só vão conseguir daqui entre os dias 11 e 17, se quiserem viajar pela South Africa Airways, a única companhia a voar para o Brasil, com três frequências semanais entre Joannesbourg e São Paulo. Muitos participantes estão tendo de voltar via Europa. É o caso, por exemplo, da vice- governadora do Rio de Janeiro, Benedita da Silva, do PT, que veio com o marido, o ator Antonio Pitanga, e nove assessoras. Benedita terá de fazer escala em Frankfurt, na Alemanha.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.