Apenas cinco brasileiros, dentre 28, voltarão do Haiti

Somente cinco pessoas embarcaram de volta no vôo da Força Aérea Brasileira encarregado de resgatar cidadãos brasileiros e de outros países que viviam na ilha do Caribe, onde uma guerrilha comandada pelo rebelde Guy Philippe ameaça invadir a capital para tentar derrubar o presidente Jean-Bertrand Aristide. De acordo com o Itamaraty, todos os 28 brasileiros que moravam no país foram contatados, mas a maioria - formada por religiosos e comerciantes - preferiu não retornar ao Brasil. O avião já decolou da capital da ilha, Porto Príncipe, e deve chegar às 18h40 (horário de Brasília) no aeroporto de Boa Vista (RR). De acordo com a assessoria da Aeronáutica, a operação de resgate durou 40 minutos e 16 fuzileiros navais desembarcaram para garantir a segurança da embaixada brasileira no Haiti. Em Roraima, o Hércules C-130 da FAB deve permanecer entre uma e duas horas para reabastecimento e depois seguir vôo para Brasília, onde está previsto que chegue durante a madrugada de sábado para domingo. O destino final será o Rio de Janeiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.