Apesar de ataques, <i>loya jirga</i> dá seqüência a debate sobre a constituição

A loya jirga (grande conselho) deuseqüência hoje aos debates sobre umahistórica constituição para o Afeganistão, apesar de um ataquepromovido durante a noite de ontem ter demonstrado a fragilidadeda iniciativa de paz iniciada há quase dois anos. Mais de quatro foguetes caíram na zona norte de Cabul - apoucos quilômetros do local do encontro da loya jirga - entre as23h de ontem e as 2h de hoje, informou o tenente coronel JoergLanger, porta-voz das forças de manutenção de paz lideradas pelaOrganização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) na capitalafegã. Um dos foguetes atingiu uma casa em um bairro residencial,abrindo um buraco no telhado e estilhaçando janelas. Apesar dosdanos, os ataques não deixaram vítimas. Mesmo assim, a loya jirga continua debatendo a proposta deconstituição no campus de uma universidade de Cabul. O local nãofoi atingido por nenhum foguete, garantiu Langer. Os cerca de 500 delegados da loya jirga reuniram-se na manhãde hoje para debater a proposta apresentada pelo presidenteHamid Karzai, que conta com o apoio dos Estados Unidos. Os debates estão no oitavo dia, mas as opiniões ainda estãodivididas no que diz respeito a questões polêmicas como direitosdas mulheres, idioma do hino nacional, presidência centralizadae direitos humanos. Um comitê de reconciliação reuniu-se hoje a portas fechadaspara considerar as possíveis alterações no texto original.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.