Apesar de riscos, aeroportos reabrem na Islândia

O principal aeroporto da Islândia reabriu hoje para o tráfego internacional, informaram funcionários da autoridade aeroportuária local. Todos os voos precisavam receber um aviso especial autorizando a movimentação, devido a cinza vulcânica que ainda era encontrada em parte da atmosfera do país.

AE, Agência Estado

26 de abril de 2010 | 14h04

"A situação está muito boa. O (aeroporto) Keflavik e o Reykjavik estão abertos para as companhias aéreas que têm uma determinada permissão", afirmou uma porta-voz da Administração da Aviação Civil, Hjordis Gudmundsdottir. A funcionária acrescentou que o aeroporto Egilsstadir, que estava fechado para aviões voando por instrumentos no domingo, também foi reaberto.

Os voos internacionais, que estavam sendo realocados para o aeroporto Akureyri, no norte do país, estavam agora de volta ao Keflavik.

A cinza lançada pelo vulcão Eyjafjallajokull levou ao fechamento do espaço aéreo de boa parte da Europa, após sua erupção em 14 de abril. Em princípio, os aeroportos islandeses não foram afetados, pois o vento estava soprando em outra direção. Na sexta-feira, os ventos mudaram e prejudicaram os voos também na Islândia.

O vulcão ainda está em erupção, mas expelindo pouco quantidade de cinzas. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
vulcãoIslândiaaeroportosreabertura

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.