Apesar de rumores de trégua, Israel exorta palestinos a abandonar casas

Folhetos lançados sobre Gaza dizem que população deve rumar a centro da cidade 'para sua segurança'. Hamas e Egito falam em trégua, mas Israel não confirma.

Guila Flint, BBC

20 de novembro de 2012 | 14h54

Aviões da Força Aérea de Israel lançaram nesta terça-feira centenas de milhares de folhetos sobre regiões da Faixa de Gaza, exortando moradores a deixarem suas casas e rumarem ao centro da Cidade de Gaza, o que gerou temores de uma invasão por terra iminente.

Correspondentes da BBC em Gaza afirmam que embora centenas de palestinos já estejam abandonando seus lares, muitos dizem que não é prático ou que é tarde demais para sair.

Os folhetos lançaram ainda mais dúvidas sobre a evolução do conflito, já que autoridades egípcias e palestinas afirmaram, horas antes, que o anúncio de um cessar-fogo com Israel seria iminente.

O presidente do Egito, Mohammed Mursi, que lidera as negociações, disse esperar que Israel ponha fim a ataques aéreos na noite desta terça-feira. Um porta-voz do grupo radical palestino Hamas disse à BBC que uma trégua era iminente.

Israel não comentou o anúncio, mas afirmou que havia colocado os planos de uma incursão terrestre em modo de espera.

Aviões

Lançados sobre as regiões norte, sul e leste de Gaza, os folhetos lançados pelas Forças de Defesa de Israel dizem a moradores que se encaminhem a áreas centrais "para sua segurança".

"As Forças de Defesa de Israel não têm você como algo e não querem prejudicar você ou suas famílias. Para sua segurança, exigimos que deixem suas casas imediatamente e rumem ao centro da Cidade de Gaza", diz o folheto.

Israel começou os ataques a Gaza - que diz ter como objetivo pôr fim ao lançamento de foguetes e mísseis por grupos palestinos contra seu território - com um ataque que matou, na quarta-feira, um líder militar do Hamas. Mais de 110 palestinos e três israelenses morreram em ataques israelenses e de foguetes palestinos desde então.

Nesta terça-feira, o Escritório de Representação do Brasil em Ramallah .

De acordo com o ministro-conselheiro João Marcelo Soares, encarregado do setor consular no escritório em Ramallah, já foram tomadas providências para que seja possível retirar da Faixa de Gaza aqueles brasileiros que quiserem sair, depois de sete dias de violência na região. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.