Apoiadores de López Obrador protestam no México

Cerca de meio milhão de pessoas participaram de manifestação no centro da capital mexicana neste domingo, reivindicando a recontagem dos votos da eleição presidencial de 2 de julho. O candidato conservador Felipe Calderón foi declarado vencedor, com pouco mais de 200 mil votos a mais (0,6 ponto porcentual) do que o esquerdista Andrés Manuel López Obrador, ex-prefeito da Cidade do México.Em discurso aos manifestantes na praça da Reforma, López Obrador exortou os manifestantes a acamparem ali até que o Tribunal Federal Eleitoral do México faça uma recontagem de todos os votos. O tribunal tem até 31 de agosto para decidir sobre a validade da eleição, disputada em um único turno, e até a primeira semana de setembro para declarar em definitivo um vencedor.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.