Apoio dos britânicos à permanência na UE sobe para 55%

Segundo pesquisa, aumento foi de 9 pontos porcentuais em relação a 2013

O Estado de S. Paulo

03 de junho de 2015 | 21h25

LONDRES - O apoio dos britânicos à permanência da Grã-Bretanha na União Europeia subiu para 55%, 9 pontos percentuais a mais que dois anos atrás, indicaram dados do Centro de Pesquisa Pew divulgados nesta quarta-feira. 

O primeiro-ministro David Cameron, reeleito no dia 7, prometeu reformular os laços britânicos com a UE antes de realizar um referendo sobre a permanência no bloco até o final de 2017, mas poderia realizar a votação antes. 

Há um ano, o apoio britânico à permanência na UE era de 50% e em 2013, 46%, indicou a Pew. A pesquisa mostrou que 36% dos britânicos são a favor da saída da Grã-Bretanha do bloco europeu. 

Na pesquisa de 2013, o público estava dividido igualmente, com 46% a favor da permanência e 46% defendendo a saída. 

O apoio para a permanência era mais forte entre pessoas de 18 a 29 anos: 69% delas queriam a permanência, enquanto 25%o queriam a saída. As pessoas com mais de 50 anos estavam entre o grupo mais cético sobre a participação no bloco. 

O risco de saída da Grã-Bretanha da UE assustou alguns investidores, chefes de companhias e aliados militares. Cameron vai detalhar suas propostas de reforma em um encontro com líderes da União Europeia entre os dias 25 e 26. / REUTERS

Tudo o que sabemos sobre:
Grã-BretanhaUnião Europeiapesquisa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.