Após 8 dias, 100 chineses são resgatados de mina

Pelo menos cem mineiros chineses foram resgatados com vida nesta segunda-feira, após ficarem presos durante mais de uma semana em uma mina de carvão inundada. Os mineiros resgatados eram envoltos em mantas pelos bombeiros e levados rapidamente até ambulâncias, para seguirem até hospitais próximos da região. Alguns deles protegiam os olhos, por estarem desacostumados à luz.

AE-AP, Agência Estado

05 de abril de 2010 | 11h04

Um porta-voz das equipes de resgate afirmou que chegou a 115 o número de sobreviventes resgatados. Um total de 153 mineiros ficou preso na mina de carvão, e ainda o resgate de 38 deles. As equipes bombeavam a água da mina desde 28 de março, quando trabalhadores romperam a parede de um poço abandonado, inundando a mina na província de Shanxi, no norte do país.

"Por fim, ocorreu um milagre", afirmou um porta-voz das equipes, Liu Dezheng, após serem salvos os primeiros nove mineiros, por volta da meia-noite. "Acreditamos que ocorrerão mais milagres", previu. Membros das equipes de resgate se abraçavam, chorando, em uma cena difundida pela televisão estatal. Os mineiros disseram que se prenderam com seus cintos à parede, para não se afogarem enquanto dormiam.

O aumento súbito dos resgatados foi uma rara e boa notícia para a mineração na China, que tem o setor mais perigoso do mundo.

Tudo o que sabemos sobre:
Chinaminainundaçãoresgate

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.