Ben Stansall/AFP
Ben Stansall/AFP

Após ampla vitória, Johnson diz que agora é hora de 'fechar as feridas' do Brexit 

Ele se reuniu mais cedo, nesta sexta-feira, com a rainha Elizabeth para obter dela a autorização oficial para formar governo 

Redação, O Estado de S.Paulo

13 de dezembro de 2019 | 12h40

LONDRES -  Em um pronunciamento em frente à residência oficial do governo britânico, o primeiro-ministro Boris Johnson afirmou que a hora agora é de "fechar as feridas" do Brexit

Após a ampla vitória de seu Partido Conservador, ele se reuniu mais cedo, nesta sexta-feira, 13, com a rainha Elizabeth para obter dela a autorização oficial para formar governo. 

"Eu peço a todos que deixem que as feridas comecem a se curar", disse Johnson, do lado de fora de Downing Street.   

"Vamos nos unir e nos elevar... reunir todo esse incrível Reino Unido - Inglaterra, Escócia, País de Gales, Irlanda do Norte - e seguirmos levando adiante, liberando o potencial de todo o país, oferecendo oportunidades em todo o país", disse ele. 

O premiê disse que também falava com aqueles que não votaram por ele e que queiram permanecer na União Europeia. "Quero que você saiba que nós, nesse Governo Conservador de Uma Nação, nunca irá ignorar sua vontade e seus sentimentos positivos e de simpatia para com as nações da Europa." / AFP e REUTERS

 

Notícias relacionadas

    Encontrou algum erro? Entre em contato

    Tendências:

    O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.