Após ataque, Putin promete resposta das autoridades

O primeiro-ministro russo, Vladimir Putin, prometeu hoje um contra-ataque das autoridades, após um atentado suicida ontem no principal aeroporto de Moscou matar 35 pessoas. Putin, que construiu uma reputação de fazer declarações duras, disse que "a retribuição é inevitável" pelo ataque no Aeroporto Domodedovo, que deixou 180 pessoas feridas.

AE, Agência Estado

25 de janeiro de 2011 | 12h23

Agências de notícias russas que divulgaram as declarações não disseram se Putin especificou qual seria a retaliação nem contra quem. Até o momento, nenhum grupo reivindicou o ataque. A suspeita, porém, recai sobre insurgentes separatistas islâmicos da Chechênia ou de outras partes da instável região russa do Cáucaso. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
RússiaatentadoPutinresposta

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.